História da Ordem dos Escudeiros

Como Surgiu?

Em 1995 os Maçons Ralph Hooper, Lynn Taylor e Michael Senders, reuniram-se para fundar na Cidade de Vancouver uma nova Ordem, baseada nos mesmos princípios da Ordem criada por Land, mas dessa vez voltada para crianças mais novas que DeMolays, onde vaidades, egos e joias não teriam espaço. Após iniciados os trabalhos de fundação, o Maçom Edgar Trefts foi trazido à Ordem para que escrevesse o ritual original dos trabalhos, com o auxilio do Maçom Michael Senders. Apesar de Edgar Trefts ter entrado só após os trabalhos iniciados, todos o consideram como um dos membros fundadores, já que o mesmo além de escrever o ritual, conseguiu o reconhecimento da Ordem dentro da Organização DeMolay, o fato dele ter sido membro ativo do ISC ajudou nessa etapa.

Michael Senders, ao ver seu filho pequeno chamado Jonatham brincar com os DeMolays do Capítulo local, teve a iniciativa de fundar uma Ordem, na qual meninos mais jovens poderiam ter contato com os princípios da Ordem DeMolay.
Reconhecido, em 1997, o primeiro “Manor”, cuja tradução passa a ser “Solar”, porém adotado pelo Supremo Conselho da Ordem DeMolay para o Brasil como “Távola”. A Ordem recebeu esse nome por motivos históricos de sua própria fundação, sendo que no início, o grupo dos fundadores não tinham um local definido para suas reuniões, tendo feito então sua primeira reunião em uma sala de jogos, onde nela encontrava-se uma mesa redonda, remetendo a antiga Ordem dos Cavaleiros da Távola Redonda.

A palavra “Solar” era dada para a propriedade de nobres na Idade Média, portanto, já que a nossa Ordem faz referência ao passado medieval foi decidido que um núcleo de escudeiros seria denominado “Solar” e o local de reunião de Távola.

A vinda para o Brasil

Em meados do ano de 2002 o irmão Daniel Giotti de Paula, sênior DeMolay do Capítulo Juiz de Fora nº 33, soube da existência da Ordem dos Escudeiros, através do site do Supremo Conselho Internacional.

Bastante entusiasmado com a possibilidade de fundar a Ordem dos Escudeiros no Brasil, o irmão Daniel Giotti começou a realizar os primeiros contatos e várias mensagens eletrônicas foram trocadas com o Tio Michael Senders discutindo-se acerca da Ordem dos Escudeiros. Foi assim que o irmão Daniel obteve o Ritual da Ordem dos Escudeiros.

O próximo passo importante foi a tradução do ritual realizada pelo irmão Daniel Giotti com a ajuda do irmão Luis Fernando Alves Marcelino, sênior DeMolay do Capítulo Juiz de Fora nº 33. Na ocasião os irmãos Daniel e Luis Fernando entraram em contato com o irmão Rogers Ferreira Pereira, Presidente do Colégio Alumni Juiz de Fora nº 01 e relataram o interesse em trazerem a Ordem para o Brasil. Ficou então resolvido que o Colégio DeMolay Alumni Juiz de Fora nº 01 tomaria as medidas administrativas cabíveis para a instalação de uma Tavola na cidade de Juiz de Fora – MG.

A partir daquele momento os irmãos Daniel, Luis Fernando e Rogers começaram a estudar com afinco o ritual escudeiro. Vários ensaios foram realizados para adequação do ritual aos costumes brasileiros, tais como: reuniões restritas a Escudeiros, DeMolays e Maçons*; utilização do termo “Tavola” em vez de “Solar” (palavra que levaria a dificuldades de explicação aos futuros escudeiros e quase desconhecida no Brasil); uso de um paramento** (camisa social branca de mangas cumpridas, calça social preta e uma gravata azul cumprida); jóias para os Oficiais e Nobre Cavaleiro; a eleição para o cargo de Nobre Cavaleiro, a ser ocupado por um Sênior DeMolay, ou quando não houver um disponível, por um DeMolay Ativo com mais de 18 anos, entre outras.

Terminados os acertos iniciais e após aprovação da decisão de Patrocínio do Capítulo Juiz de Fora nº 33, o Colégio DeMolay Alumni Juiz de Fora entrou em contato com o Tio Alberto Mansur, Grande Mestre Nacional, apresentando a tradução do ritual e todas as sugestões de adaptação do mesmo.

A idéia foi prontamente aprovada pelo Tio Alberto Mansur e através do Decreto número 009-2002/2005 foi instituída a Ordem dos Escudeiros da Távola Redonda no Brasil.

No dia 07 de dezembro de 2002, em Juiz de Fora, dezesseis garotos foram acolhidos no seio da Ordem dos Escudeiros da Távola Redonda, passando pela Cerimônia de Alistamento.

* Em 2011, foi autorizada a participação dos Guardiões Legais dos Escudeiros nas cerimônias da Távola. Baixe aqui a circular

** Nos EUA, não existe paramento padrão para os Escudeiros.

Fotos da primeira reunião da Ordem dos Escudeiros no Brasil: